Óleo de Coco – Benefícios e Para Que Serve →【ANÁLISE COMPLETA!】

como-fazer-oleo-de-coco

O óleo de coco é um óleo de origem vegetal que possui cerca de 90% de ácidos graxos que são retirados da fruta (Cocos nucifera) através de prensagem da polpa. O oleo de coco também é conhecido como azeite de coco e manteiga de coco.

É um produto usado largamente na indústria de cosméticos, fazendo parte da elaboração de cremes e sabão.

Óleo de Coco

Na gastronomia, os países que mais usam o oleo de coco para preparar pratos são os que ficam na Ásia, sendo que as Filipinas detém uma grande parte da produção mundial.

O oleo de coco possui excelentes propriedades medicinais e já existem várias evidências científicas de vários benefícios à saúde em geral. Fique comigo até o final deste artigo para conhecer todos os benefícios e para que serve o óleo de coco neste guia completo.

Tipos de Óleo de Coco

Existem vários tipos de óleo de coco e todos eles estão relacionados ao modo de como o produto é obtido a partir da fruta. Basicamente os tipos mais comuns são:

Óleo de Coco Natural (Sem Refinamento)

O óleo de coco natural é aquele extraído a partir do coco fresco, mesmo que o processo de secagem seja rápido apenas para a extração mecânica. Esse procedimento é rápido e feito em ambiente controlado. Dessa forma, o óleo de coco extraído está livre de contaminadores e não necessita ser alvejado ou desodorizado. Diferente da extração feita com o coco deixado para secar ao ar livre.

Óleo de Coco Virgem e Extra-Virgem

A diferença entre o óleo de coco virgem e o extra-virgem baseia-se apenas em critérios que a própria indústria considera, como o caso dos óleos onde o coco passa por um processo de despeliculação (quando se retira toda a casca marrom, mesmo a mais fina) antes de extrair o óleo.

Assim, o óleo de coco virgem é o óleo que sai a partir da parte branca da fruta mas que ainda tem a casquinha marrom mais fina e o óleo de coco extra-virgem é aquele que sai da parte branca completamente sem película e é considerado o melhor tipo para consumo humano, pois você terá a garantia de estar consumindo um óleo de coco 100% puro da polpa.

beneficios-do-oleo-de-coco

Basicamente o óleo que sai da polpa com a película tem coloração mais amarelada e é mais utilizado em aplicação industrial como na produção de pães, bolos e biscoitos e também como base para shampoos, saponáceos e condicionadores.

Porém, essa definição não é comum para todos os produtores, assim a melhor forma de saber que óleo está consumindo é prestar atenção na cor do óleo quando for comprar. 

Óleo de Coco Prensado a Frio

Essa terminologia designa que as prensas que foram utilizadas para retirada do óleo estavam em ambiente com temperatura extremamente controlada.

Esse cuidado com a temperatura ajuda a neutralizar os efeitos que o calor do atrito mecânico podem causar na extração do óleo e, com isso, comprometendo suas propriedades finais. Assim, extraindo a frio existe a garantia de que o óleo de coco conservará o sabor, o cheiro, cor e todos os nutrientes naturais.

Óleo de Coco Orgânico

Esse tipo de óleo de coco orgânico precisa ter a certificação das autoridades competentes e é considerado assim quando é retirado de frutas que foram cultivadas sem adição de pesticidas.

Porém, podemos considerar que a película mais fina que separa a polpa da casca dura exterior, é um protetor natural que mantém o interior da fruta livre de contaminação por agentes externos.

Dentro dessa classificação, a necessidade de afirmar que o óleo de coco é orgânico refere-se mais a controle de impacto no ambiente do que propriamente às propriedade finais do produto. 

Óleo de Coco Refinado

oleo-de-coco

Se na embalagem do produto que for adquirido não existir as palavras extra-virgem, ou virgem, natural e puro então o óleo é refinado o que implica sua retirada de frutas que foram colocadas para secar ao ar livre, exigindo que passe por um processo de refinamento, desodorização e alvejamento.

As implicações desse processo no produto final é que com todo esse refinamento o óleo perde grande parte das propriedades naturais que o fazem ser bom para a saúde e pode até conter produtos químicos em sua composição após esse refinamento.

A vantagem que existe nesse tipo de óleo é que ele pode ser usado para cozinhar, fritar e refogar pois fica com seu “ponto de fumaça” mais elevado, o que significa que pode ser colocado em temperaturas altas sem formar acroleína que é prejudicial para os humanos.

Assim, podemos resumir:

** Oleo de Coco Extra-Virgem: Tem cor translúcida, ou seja, bem branquinho quase chegando a transparente. Ele é muito saboroso e sempre mantém o sabor e o cheiro do coco originais, sendo um dos mais utilizados no mundo nas indústrias de saúde, culinária e estética para produção de produtos para pele e cabelos.

** Oleo de Coco Virgem: É muito bom também para o consumo e tem cor amarelada, cheiro e sabor de coco. É utilizado na industria de alimentos e cosméticos e também para o consumo humano.

** Oleo de Coco Refinado: Geralmente é incolor e não possui cheiro nem sabor de coco. Serve para cozinhar em temperaturas altas, com frituras e refogados.

Benefícios do Óleo de Coco

=> Aceleração do Metabolismo: O produto contém triglicerídeos de cadeia media (TCM) que são ácidos graxos absorvidos rapidamente e que aumentam a quantidade de calorias queimadas pelo organismo. Existem estudos que apontam que esses ácidos aumentam a taxa metabólica temporariamente.

=> Ótimo para Cozinhar: A gordura saturada do óleo de coco é muito alta o que faz com que ele possa ser aquecido a temperaturas altas sem mudar suas propriedades e, principalmente sem se transformar em elementos químicos nocivos a saúde como acontece com os óleos vegetais normais (milho, soja e oleo de canola principalmente).

=> Bom Para a Saúde Bucal: O oleo de coco é um poderoso combatente de bactérias, inclusive a Streptococcus Mutans que é a bactéria presente em nossa boca causando cáries, doenças da gengiva e placa dentária. Bochechar o óleo de coco diariamente reduzirá a presença da bactéria evitando que essas doenças atinjam a boca. Além disso, ele é muito eficaz na redução de inflamações e gengivites.

=> Melhora Irritações da Pele: Oleo de coco é bom para melhorar dermatites e outras afecções da pele, obtendo os mesmos resultados de hidratantes convencionais. Alguns estudos que foram desenvolvidos mostraram que crianças que possuíam eczema tiveram melhora substancial após serem tratadas com óleo de coco.

=> Incremento das Funções Cerebrais: Os TCM transformam-se em cetonas que são uma forma alternativa de energia para nosso cérebro. Estudos estão encontrando benefícios realmente significativos com o uso do óleo de coco para distúrbios cerebrais inclusive para doenças como Alzheimer e epilepsia.

=> Hidratante Para a Pele: O óleo de coco é um hidratante para a pele, podendo ser usado em pernas, braços, cotovelos e todas as áreas de maior aspereza com resultados realmente impressionantes. Pode ser usado no rosto também, desde que a pele não seja muito oleosa. Passar óleo de coco nos calcanhares antes de dormir e calçar uma meia, ajudará a melhorar a aspereza e presença de rachaduras.

oleo-de-coco-para-pele

=> Combate Infecções: O óleo de coco virgem é um antibacteriano poderoso e ajuda a combater várias infecções, incluindo a Clostridium Difficile que causa distúrbios intestinais e diarreia severa.

=> Aumenta os Níveis de Colesterol Bom (HDL): O HDL é o chamado colesterol bom e o óleo de coco é ótimo para aumentar os níveis desse elemento no nosso organismo. Pesquisas que foram realizadas mostraram que mulheres com obesidade tiveram seus níveis de HDL incrementados com o uso do óleo. Nas mulheres que usaram óleo de soja esse HDL teve diminuição.

=>Uso na Estética: Oleo de coco ajuda a hidratar e fortalecer o cabelo e manter todas as proteínas naturais dos fios capilares. Isso ocorre porque o óleo de coco é rico em ácido láurico consegue entrar na haste do cabelo enquanto outros tipos de gordura não possuem essa propriedade.

=> Reduz Queda de Cabelos: Existem vários andrógenos, sendo a testosterona e seu derivado DHT (diidrotestosterona) os que são os mais envolvidos na queda de cabelo e calvície.

Temos também outros andrógenos, como a androstenediona, o sulfato de deidroepiandrosterona (SDHEA) e a deidroepiandrosterona (DHEA), que juntos são capazes de se converter em testosterona e o DHT, fazendo com que contribuam para a queda de cabelo. O problema é que nenhum remedio para queda de cabelo pode resolver essa situação.

Porém, o óleo de coco tem o poder de bloquear a DHEA, fazendo com a queda de cabelos seja reduzida consideravelmente, chegando até a judar a nascer novos fios de cabelo na região calva.

=> Fortalece os Ossos: Pesquisas que foram realizadas em animais mostraram que os antioxidantes presentes no óleo de coco virgem tem a capacidade de proteger a saúde dos ossos a partir da neutralização dos radicais livres que enfraquecem a ossatura e causam os sintomas de envelhecimento. As calorias do óleo de coco ajudam a melhorar o volume ósseo e sua estrutura.

=> Alivio Nos Sintomas da Artrite: Artrite é uma inflamação que causa imobilidade e muita dor nas articulações. As propriedades antioxidantes do óleo de coco conseguem diminuir essa inflamação e consequentemente seus sintomas desagradáveis, além de reduzir o inchaço nas regiões afetadas.

=> Ajuda a Emagrecer: O óleo de coco tem o poder de acelerar o metabolismo. Com isso, sua digestão funcionará melhor, fazendo com que perca peso de forma saudável no médio e longo prazos após começar a consumi-lo.

Como Fazer Oleo de Coco

É possível extrair o óleo de coco em sua própria casa. Veja abaixo um método prático e simples para fazer isso.

Você vai precisar de:

  • 3 copos de água de coco;
  • 2 polpas (parte branca) de coco de casca marrom, cortada em pedaços ou ralada
  • Um pote limpo que possua tampa hermética

Como Fazer:

Bata tudo no liquidificador, depois coe a mistura e deposite a parte líquida em uma garrafa pet e deixe descansar em local escuro por dois dias (48 horas).

Depois disso deixe a garrafa em local fresco, mas sem pegar luz do sol, onde a temperatura fique perto de 25ºC, durante seis horas.

Depois desse tempo coloque a garrafa em pé na geladeira e deixe por 3 horas. O óleo estará solido e para retirá-lo bastará cortar a garrafa na altura da separação do óleo com a água.

Coloque o óleo de um pote com tampa hermética bem vedada (tipo tupperware) e poderá ser usado quando ficar líquido em temperatura superior a 27ºC. Ele não necessita ser guardado em geladeira e tem validade de 2 anos.

Como Usar o Oleo de Côco

oleo-de-coco-extra-virgem

Como vimos acima, o óleo de coco pode ser usado para várias finalidades, porém quem não quer cozinhar com ele, mas deseja usufruir de seus benefícios, pode consumir em forma de suplemento.

A melhor forma de usar o óleo de coco nesses casos é tomando uma colher de sopa do produto todos os dias, para que a absorção pelo organismo seja mais rápida e efetiva.

Algumas pessoas não se acostumam com o cheiro e sabor do óleo para cozinhar, uma boa forma de consumi-lo também é usando em temperos de saladas, produzindo molhos para usar nessas verduras.

Não existe uma regra específica para o consumo do óleo de coco em sua forma natural, assim você poderá consumi-lo tanto em jejum pela manhã, como em outro horário do dia, antes do almoço ou jantar.

As propriedades naturais do produto são tão benéficas que é importante inclui-lo na alimentação de alguma forma e mudar completamente seu estilo de vida.

Uma forma deliciosa de consumi-lo, é colocando 1 colher de chá de óleo de coco virgem ou extra-virgem dentro de sua xícará de café. Fazendo isso, você notará uma explosão de sabor no seu cafezinho da manhã ou da tarde e já estará consumindo seu óleo de coco diariamente sem dificuldades. Eu faço isso todos os dias e é delicioso. Experimente!

Capsulas de Oleo de Côco

capsulas-de-oleo-de-coco

Justamente por causa das pessoas que possuem essa restrição quanto ao cheiro e sabor do óleo de coco, é que a indústria da saúde lançou recentemente uma nova opção de consumo, que é o óleo de coco em cápsulas.

As vantagens de consumir o óleo de coco em cápsulas é que você não precisará cozinhar com ele e também poderá contar com todos os seus benefícios bastando para isso tomar 2 cápsulas ao dia.

Dentro desse segmento de produto, o óleo de coco em cápsulas Conutherm está se destacando como um excelente coadjuvante para a saúde, incluindo processos de emagrecimento e eliminação de inflamações em geral.

conutherm-funcionaAlém disso, Conutherm também age no metabolismo aumentando a disposição e o bom-humor para enfrentar as tarefas do dia a dia. o Conutherm também fortalece o sistema imunológico, evitando o surgimento de inflamações comuns, como se você tomasse o oleo de coco in vitro, apenas tendo a proteção e facilidade da capsula.

A melhor vantagem de consumir o óleo de coco em capsulas é, sem dúvida, o custo X benefício, já que esse produto costuma ser muito mais caro que os óleos vegetais comuns.

Assim, adquirindo um pote de Conutherm com 60 cápsulas, você já terá a quantidade de óleo de coco necessária para consumir por um mês inteiro, por um preço muito mais acessível que se comprasse o pote de óleo para cozinhar.

Além do mais, para pessoas que não toleram o gosto do óleo de coco na língua, consumir o produto dessa forma garantirá seus benefícios sem esse desconforto.

Para saber mais sobre Conutherm basta clicar no botão abaixo e conferir o artigo completo que fizemos explicando todos os benefícios deste produto.

conutherm-comprar

REFERÊNCIAS:
1. Caballero B, Allen LH, Prentice A, editors. Encyclopedia of human nutrition. Oxford: Academic press; 2012.
2. Murdock D, editor. Encyclopedia of foods: a guide to healthy nutrition. California: Academic Press; 2002.
3. Aikins Ad-G. Ghana’s neglected chronic disease epidemic: a developmental challenge. Ghana Med J. 2007;41(4):154. [PMC free article] [PubMed]
4. de Graft Aikins A, Addo J, Ofei F, Bosu WK, Agyemang C. Ghana’s Burden of Chronic Non-Communicable Diseases: Future Directions in Research, Practice and Policy. Ghana Med J. 2012;46(2 Suppl):1–3. [PMC free article] [PubMed]
5. GSS, author. Ghana demographic and health survey 2014. Rockville, Maryland, USA: GSS, GHS, and ICF International; Ghana Statistical Service (GSS), Ghana Health Service (GHS), and ICF International (2015)
6. Bosu W. Accelerating the Control and Prevention of Non-Communicable Disease in Ghana: The Key Issues. Postgraduate Med J of Ghana. 2013;2:32–40.
7. FAO, author. Agriculture food and nutrition for Africa – A resource book for teachers of agriculture. Rome: FAO; 1997.
8. Wattanapenpaiboon N, Wahlqvist ML. Phytonutrient deficiency: the place of palm fruit. Asia Pac J Clin Nutr. 2003;12(3):363–368. [PubMed]
9. Bergert DL. Management strategies of Elaeis guineenis( oil palm) in response to localized markets in South Eastern Ghana. West Africa: Michigan Technological University; 2000.
10. DebMandal M, Mandal S. Coconut (Cocos nucifera L.: Arecaceae): In health promotion and disease prevention. Asian Pac J of Trop Med. 2011;4(3):241–247. [PubMed]

Sumário
Data de Revisão
Item Revisado:
Óleo de Coco
Classificação
51star1star1star1star1star

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Noemia silva disse:

    Oleo de coco é bom para cura a Tirioide?

    • Emagrecer Para Sempre disse:

      Oi Noemia,

      O óleo de coco possui mais de 1000 estudos científicos já catalogados e dezenas de livros que falam exclusivamente sobre o poder do coco e do óleo de coco. Com certeza vai te ajudar a aliviar os sintomas. 😉