Jejum Intermitente – Benefícios, Para Que Serve e Cardapio →【AQUI】

jejum-intermitente-emagrece

Entre as dietas usadas para o emagrecimento, sobretudo a perda de grandes volumes de peso, o jejum intermitente é uma das mais populares. Seu sucesso é, em parte, pelos números que as pessoas que costumam adotar essa dieta exibem.

Grande parte delas argumenta ter eliminado de 10kg a 15kg em um período curto, sem grandes prejuízos para a sua saúde e conseguindo manter uma grande vitalidade e disposição para as tarefas do dia a dia.

Mas, afinal de contas, o jejum intermitente é uma boa ideia para quem quer emagrecer? É uma opção segura? Para responder a essas e outras perguntas envolvendo esse assunto, preparamos este relatório completo com todas as informações para você. Fique comigo até o final, pois vai valer a pena, combinado?

Vamos lá!

O Que é Jejum Intermitente?

jejum-intermitente-cardapio-para-iniciantes

O jejum intermitente é um método muito antigo de emagrecimento e seu surgimento remonta ao período em que o homem habitava as cavernas. Nesse período, era comum que as pessoas passassem longos períodos sem se alimentar, já que havia escassez de produtos, pois a agricultura não era uma prática comum.

Ele também é praticado por muitas religiões ao redor do mundo há milhares de anos. O objetivo do jejum religioso não é o emagrecimento, mas indiretamente traz benefícios para quem o faz de forma constante.

Esse método de emagrecimento costuma ter resultados positivos pois, graças aos longos períodos de privação de alimentos, o corpo é obrigado a consumir seus estoques de gordura para obter a energia que precisa para funcionar e, ao mesmo tempo, faz um processo de detox no seu organismo para limpar todas as impurezas.

Ao consumir as gorduras que havia armazenado no tecido adiposo, começa a perda de peso, ou melhor, de massa gorda. No entanto, para que o jejum intermitente funcione, é preciso seguir um período correto sem ingerir qualquer tipo de alimento.

Em geral, esse período pode ir de 10 a 24hs, e pode ser feito tanto diariamente como em apenas alguns dias da semana. Os períodos em que é permitido comer são conhecidos como janelas de alimentação.

No entanto, quando o jejum intermitente estiver sendo praticado, é permitido apenas que a pessoa consuma líquidos sem calorias, como água, chás e café (sem açúcar).

Para Que Serve Jejum Intermitente?

jejum-intermitente-resultadosPara muita gente, o jejum intermitente tem apenas uma finalidade: promover a perda de peso e combater a obesidade. No entanto, essa prática tem outras finalidades que vão muito além do emagrecimento. Aliás, o principal objetivo do jejum intermitente não é apenas te ajudar a emagrecer, mas também atuar na melhora da imunidade, desintoxicação do organismo e também trazer mais disposição e agilidade para a mente.

Além disso, essa prática promove a autofagia, ou seja, o consumo pelo próprio corpo de células que acumulam muitas toxinas e provocam, além de doenças, o envelhecimento e morte precoce.

Por isso, quando adotamos o jejum intermitente não apenas estamos limpando nosso organismo das toxinas vindas dos alimentos, como também estamos prolongando nossa vida. Além disso, existe um outro tipo de jejum intermitente para ganhar massa muscular, mas falaremos mais sobre ele no final desse artigo. Continue comigo…

Com essa dieta intermitente, é possível se tornar mais produtivo e viver uma vida de qualidade por muito mais tempo. Veja no tópico abaixo por adotar esse jejum é uma boa ideia.

Benefícios do Jejum Intermitente

jejum-intermitente-antes-e-depois

Além de ajudar a perder peso de forma muito eficiente, O jejum intermitente traz inúmeros benefícios ao corpo, como vamos mostrar abaixo. Confira:

=> Altera a Função Das Células, Genes e Hormônios De Nosso Corpo: A privação de alimento gerada pela adoção do jejum intermitente causa uma verdadeira revolução no corpo. Isso porque o funcionamento de todas as células, genes e hormônios mudam completamente.

Como isso é possível?

Vejamos: Ao não nos alimentarmos por longas horas, o corpo precisa mudar seu funcionamento para que consiga obter das células de gordura a energia que precisa para funcionar.

Para isso, ele diminui o nível de insulina no sangue e eleva a quantidade de hormônio do crescimento. A nível celular, o funcionamento das células e genes se alteram, para que tudo continue funcionando perfeitamente.

=> Reduz a Quantidade De Insulina: A queda na quantidade de insulina no corpo estimula a queima de gordura, já que o corpo não precisa lidar com um excesso de açúcar que, mais cedo ou mais tarde, acabaria se depositando no organismo.

=> Aumenta a Concentração de Hormônio do Crescimento: Ao aumentar a concentração de hormônio do crescimento por causa do jejum intermitente, o corpo começa a queimar mais gordura, aumentando a massa muscular.

=> Repara as Células: A privação de alimentos por longos períodos promove uma verdadeira faxina nas células, que passam por uma limpeza, graças à retirada de resíduos e toxinas que o consumo frequente de comida pode trazer.

=> Aumenta a Longevidade: O jejum intermitente é capaz, também, de alterar o funcionamento de genes e moléculas que tem como função aumentar a longevidade do corpo. Isso significa que essa dieta protege o corpo do aparecimento de doenças e infecções que poderiam abreviar sua vida.

=> Reduz o Peso e Elimina Gordura Abdominal: Aqui está um dos principais benefícios para quem decide adotar o jejum intermitente: a perda de peso. Por reduzir a quantidade de refeições que uma pessoa faz durante o dia, esse processo ajuda na perda de peso.

jejum-intermitente-beneficios

Essa dieta age também nos hormônios, estimulando a queima de gordura, já que aumenta a concentração do hormônio do crescimento e da noradrenalina. Esses dois compostos quebram a gordura corporal em maior quantidade e permitem que o corpo a utilize para a geração de energia, além de reduzirem a quantidade de insulina circulante.

Para quem procura mais uma razão para adotar o jejum intermitente está a perda de gordura abdominal. Quando adotada, ela permite a queima de uma grande quantidade da circunferência abdominal, uma gordura extremamente prejudicial para a saúde.

=> Reduz as Chances de Diabetes: O jejum intermitente é benéfico também para a diminuição das chances de que uma pessoa acabe desenvolvendo o diabetes do tipo 2, o mais comum e normalmente relacionado a uma dieta rica em carboidratos.

Ao deixar de se alimentar por longas horas, os níveis de insulina no organismo, bem como a tolerância do corpo a esse hormônio diminuem consideravelmente, pois os níveis de açúcar são reduzidos, controlando assim a quantidade de glicose e impedindo o aparecimento de diabetes.

=> Reduz Inflamações: A privação de alimentos pode reduzir a oxidação celular e o aparecimento de inflamações por todo o corpo, prevenindo o envelhecimento precoce e o aparecimento de inúmeras doenças, já que o jejum intermitente controla a quantidade de radicais livres existentes no corpo.

=> Faz Bem ao Coração: O jejum intermitente reduz as chances de que apareçam fatores de risco que causam doenças cardíacas, como a hipertensão arterial, o colesterol elevado, triglicérides e inflamações.

Por isso, ao controlar esses fatores, o jejum protege o coração de todos esses eventos que poderiam provocar, inclusive, a morte.

=> Renova as células: Jejuar promove uma verdadeira renovação das células, já que retira delas todo o material residual que é tóxico e prejudica seu funcionamento. Algumas células, inclusive, chegam a se consumir.

Esse processo, denominado autofagia, previne o aparecimento de doenças graves, como o câncer e o Alzheimer.

=> Mantém a saúde do cérebro: O jejum intermitente garante o bom funcionamento do cérebro ao evitar o surgimento de enfermidades que afetam esse órgão, como o Alzheimer. Além disso, a dieta previne outras doenças neurodegenerativas, como Parkinson.

=> Prolonga a Vida: Quer mais uma razão para adotar o jejum intermitente? Essa dieta é capaz de prolongar a vida, mantendo as pessoas mais ativas e funcionais. Isso garante mais disposição e produtividade.

Jejum Intermitente Funciona e Emagrece Mesmo?

jejum-intermitente-12h

Uma grande pergunta que ronda a mente daqueles que pensam em adotar o jejum intermitente é em relação à sua eficácia, afinal se trata de uma dieta muito difícil de seguir, já que obriga a privação total de alimentos por longas horas.

Afinal, o jejum intermitente funciona mesmo? É possível perder peso fazendo o jejum intermitente?

A resposta para isso é sim e vamos lhe explicar mais alguns motivos disso.

A privação de alimentos causa uma verdadeira mudança no funcionamento do corpo. Essa mudança obriga o corpo a consumir suas próprias reservas de gordura para que tenha energia necessária para funcionar. Essa queima do tecido adiposo e o aumento do metabolismo faz com que o corpo elimine peso rapidamente.

No entanto, é preciso tomar cuidado apenas nas chamadas janelas de alimentação, escolhendo os alimentos certos. Do contrário, todo o esforço feito durante o período em que a pessoa estava sem se alimentar cai por terra.

Por isso, é fundamental consumir alimentos com baixa taxa de gordura, como vamos mostrar nos próximos tópicos. Não exagerar nos períodos em que é permitido comer é muito importante, já que a comilança pode prejudicar todos os resultados positivos obtidos até então.

Jejum Intermitente Faz Mal?

Outra grande dúvida que paira em torno do jejum intermitente é sobre a segurança da dieta. Afinal, ele faz mal? É possível ficar doente adotando essa dieta.

A resposta para isso é: depende. Como toda dieta, nem todos irão se adaptar ao jejum intermitente já que se trata de uma prática muito rígida e que envolve passar longos períodos sem se alimentar.

Por exemplo, mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem adotar esse tipo de jejum, bem como crianças, adolescentes ou portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. Essas pessoas podem ter sua saúde desregulada, com picos de pressão e crises diabéticas, que podem colocar inclusive sua vida em risco.

No caso das gestantes, a privação de alimentos pode prejudicar o bebê, levando ao nascimento de crianças abaixo do peso, com desenvolvimento deficiente ou, ainda, acelerando o risco de partos prematuros.

Já para as lactantes, o risco é que, com pouco alimento no organismo, o corpo não consiga os nutrientes necessários para produzir o leite que irá alimentar a criança, fazendo com que ele seque e obrigando a mãe a introduzir fórmulas para garantir a nutrição do pequeno.

No caso de crianças e adolescentes, o risco é de que o jejum intermitente prejudique seu desenvolvimento, já que o corpo está em formação, com o crescimento ósseo, desenvolvimento do cérebro e o aprendizado.

Para os demais, a dieta pode ser segura, contudo é sempre importante consultar seu médico, de preferência um médico ortomolecular ou nutrólogo que esteja atualizado com a nova medicina, ou nutricionista de confiança para a prática do jejum intermitente seja segura. Ou seja, não é recomendável fazer a dieta por conta própria.

Isso porque, quando feita da forma errada, pela pode desencadear problemas como a desnutrição, desidratação, hipoglicemia, fraqueza nos músculos e dificuldades de concentração.

Além disso, não é aconselhável se exercitar nos períodos em que estiver jejuando, pois o corpo pode usar a energia que deveria alimentar processos para outros fins e causar problemas.

O Que Comer No Jejum Intermitente e Cardápio Recomendado

jejum-intermitente-16h

Para que o jejum intermitente tenha o resultado desejado e não seja apenas um esforço inútil, onde a pessoa passou longas horas sem comer e não obteve os efeitos que buscava, é preciso tomar muito cuidado com o que é ingerido durante as janelas de alimentação.

Por isso, ao voltar a comer, e durante todo o período de jejum, é fundamental beber líquido, de preferência chá e/ou água. O recomendado é que a pessoa que adota o jejum intermitente beba 35ml de água por peso.
Ex.: Se você tem um peso corporal de 70Kg, deverá beber 70 x 35 = 2450ml de água = 2,5 litros de água/dia

Durante as refeições, é importante equilibrar a quantidade de nutrientes, incluindo proteínas saudáveis (carnes magras, frango, boi ou peixe), vegetais (feijão, lentilha, verduras e legumes) e, de forma bem reduzida, os carboidratos saudáveis (como arroz integral ou batata doce, ricos em fibra).

Atenção: Jamais quebre seu jejum intermitente com carboidratos processados (pães, bolos, arroz, macarrão, etc…).

É importante consumir também alimentos ricos em gorduras essenciais (peixes, nozes e sementes), grãos integrais e frutas.

Fugir dos processados é outro cuidado importante durante as janelas de alimentação no jejum intermitente. Ou seja, durante esse período, não consuma doces, salgados, biscoitos, alimentados congelados ou enlatados.

Regule também o consumo de sal e de açúcar durante o preparo das refeições, reduzindo também o consumo de alimentos ricos em gordura. Isso quer dizer que os molhos, a manteiga, os laticínios integrais, queijos processados devem ser consumidos em poucas quantidades.

Já o pão branco, o arroz branco e as massas devem ficar completamente de fora conforme já mencionei acima.

Além disso, é muito importante incluir nas refeições, alimentos como abacate, batata-doce, ovos, grãos integrais, morangos, vegetais crucíferos e probióticos, como o kefir e o leite fermentando.

Como Fazer Jejum Intermitente

jejum-intermitente

Fazer o jejum intermitente não significa apenas que a pessoa irá deixar de comer por um determinado período de tempo. É importante seguir à risca algumas regras para que a dieta seja segura e eficiente.

Além disso, essa dieta não tem uma única forma de ser feita. Existem diferentes períodos de jejum, onde as refeições e o próprio dia a dia da dieta devem ser feitos de formas diferentes. A partir de agora irei te mostrar como fazer cada tipo de jejum intermitente da forma correta. Vamos lá!

Jejum Intermitente 12h

No jejum intermitente 12h, os períodos sem alimentação são descontados das horas de sono de quem adere a ele, o que o torna um pouco mais leve do que os demais.

Desta forma, é possível equilibrar os períodos de jejum de várias maneiras. Por exemplo, suspendendo a alimentação às 20hs de um sábado e comendo novamente apenas às 8hs de domingo. Esse tipo de jejum nós fazemos algumas vezes de forma indireta quando precisamos ficar 12hs de jejum para um exame de sangue.

Devido ser por pouco tempo, ele é benéfico também porque reduz as chances de que o praticante caia na tentação de comer demasiado, ganhando novamente os quilos que poderia eliminar com a dieta.

Jejum Intermitente 16h

No jejum intermitente 16h, o praticante passa 16h sem ingerir qualquer alimento. É permitido apenas se alimentar no período restante de 8hs no dia do jejum.

Com essa configuração, a pessoa tem liberdade para fazer de 1 a 2 refeições nos períodos em que tem “autorização” para comer. Durante as janelas é importante consumir apenas alimentos saudáveis, focando em proteínas e gorduras saudáveis.

Enquanto estiver no período em que não pode se alimentar, é permitido ingerir água, café, chá e outras bebidas sem calorias. Esse hábito ajuda a diminuir a fome.

JAMAIS faça jejum intermitente com exclusão de líquidos. É imprescindível se hidratar, de preferência, com água e chás. Se ficar sem tomar líquidos, corre-se grande risco de passar mal e NUNCA FAÇA ISSO.

jejum-intermitente-emagrece-mesmo

Jejum Intermitente 24h

No jejum de 24 horas, a pessoa passa exatamente um dia inteiro sem ingerir qualquer tipo de alimento. Ou seja, quem se alimenta durante a noite pode apenas comer depois de 24 horas, no outro dia.

Durante esse período, faça a ingestão de líquidos para manter-se hidratado(a). Por ser um tipo de dieta intermitente mais difícil, a recomendação é que seja repetido apenas mais uma vez na semana, para que o corpo não se desgaste muito.

Jejum Intermitente 36h

Um dos mais rígidos, o jejum intermitente de 36 horas obriga o participante a adotar um período longo de privação de alimentos. Por isso, ele não é recomendável para todas as pessoas e deve ser feito apenas com a orientação de um médico ou nutricionista. Você só deve fazer este tipo de jejum se tiver plena consciência e conhecimento da forma correta de executá-lo.

Esse cuidado é importante para que o corpo não sofra um grande desgaste. O médico pode ajudar, também, a entrar nesse período mais severo, já que o tempo de jejum vai aumentando gradualmente.

Aqueles cuja realização do jejum intermitente 36h é autorizado devem ficar sem se alimentar durante um dia da semana, tomando apenas líquidos sem calorias. Nos demais períodos a alimentação deve ser composta por alimentos ricos em fibras e vitaminas, para que o corpo se recupere do desgaste.

Resultados e Antes e depois De Quem Faz Jejum Intermitente

jejum-intermitente-para-iniciantes

O jejum intermitente pode ser uma dieta dura e difícil de seguir. Mas, quando feita com todo o cuidado e seguindo as regras ela traz resultados excelentes, garantindo não apenas a perda de peso, como também a melhoria na qualidade de vida.

Foi o que aconteceu com Roberta. Ao longo de toda a sua juventude, ela lutou contra o ganho de peso e se aventurou por várias dietas, até que conheceu o jejum intermitente.

“Confesso que, no início, foi muito difícil me adaptar a essa dieta, ficando longos períodos sem me alimentar, e principalmente abrindo mão de tudo aquilo o que eu mais gostava. Mas, com o tempo, os resultados positivos acabaram compensando todo o esforço”.

No caso de Roberta, foram mais de 30 quilos deixados para trás, com disciplina e dedicação a uma dieta que, até hoje, ela mantém, para não perder tudo aquilo que já havia conquistado.

Outro que aproveitou os resultados obtidos com o jejum intermitente foi o Mateus Carvalho. O técnico em informática cansou de tentar os mais variados tipos de dieta, sem sucesso, até que foi apresentado por um amigo ao jejum.

Antes de começar a dieta, no entanto, ele procurou um nutricionista, que fez uma avaliação completa e determinou por quantos períodos ele conseguiria ficar sem se alimentar sem colocar sua saúde em risco.

“Nos primeiros dias foi muito difícil, realmente. Controlar a fome não era fácil, mas quando comecei a ver os quilos que estava perdendo vi que tudo valia a pena. Em pouco tempo conquistei o corpo que queria, além de perceber que fiquei muito mais disposto”.

Mateus continua fazendo o jejum intermitente até hoje, mantendo um programa rígido de alimentação, onde consume apenas os alimentos liberados por seu nutricionista, com poucas calorias.

Estes são alguns depoimentos de pessoas que acompanham nosso blog e estão fazendo Jejum Intermitente.

Famosos Que Aderiram o Jejum Intermitente

Além dos anônimos, como Roberta, alguns famosos também são adeptos do jejum intermitente. Algumas, como a atriz Deborah Secco, mantém a forma, o bem-estar e a saúde com essa prática. No caso dela, o jejum costumava se prolongar por até dez horas. Durante a janela de alimentação, a atriz ingeria bifes, queijos, ovos e outros alimentos recomendados durante a dieta.

Depois do nascimento da filha, para acelerar a perda de peso e voltar à boa forma, Deborah aumentou o período de jejum, ficando sem comer por até 23 horas. A atriz optou pelo acompanhamento de um nutricionista, para que seu corpo não sofresse os impactos de uma privação tão longa de alimentos.

Outra que aderiu ao jejum intermitente foi a atriz Juliana Paes, que passa longos períodos sem se alimentar, para que possa eliminar os quilos perdidos. Mas, além das mulheres, alguns homens adotam essa dieta, para purificar o corpo e garantir que sua saúde esteja sempre em pleno funcionamento, caso do músico Chris Martin, da banda Coldplay.

Chris costuma fazer jejum por até 24 horas, mantendo-se rigidamente no programa. Nesse período, ingere apenas líquidos, para garantir que seu corpo esteja hidratado.

O jejum intermitente pode parecer loucura para quem observa de fora, mas é uma dieta perfeitamente segura, quando feita com acompanhamento de um médico, e que pode trazer os resultados desejados desde que todas as regras sejam seguidas detalhadamente.

Mas, antes de começar qualquer tipo de dieta restritiva, consulte um médico de confiança e peça para fazer um check-up completo com inclusão de exames de sangue, urina e fezes para garantir que seu corpo está pronto para esse fazer o jejum intermitente.

Jejum Intermitente – Solução Definitiva Para Emagrecer e Ganhar Massa Muscular

O Jejum Intermitente é, definitivamente, uma das melhores formas de perder peso com saúde e ajudar seu corpo a queimar gordura de forma mais eficiente e duradoura sem sacrifícios extremos.

Antes de encerrarmos, eu lhe pedi para ficar até o final aqui comigo, pois tenho algo importante para te recomendar. Acaba de ser lançado uma série gratuita com 3 lições com 2 dos maiores profissionais de saúde e emagrecimento do Brasil.

Nesta SÉRIE GRATUITA De 3 LIÇÕES você irá aprender a como utilizar o Jejum Intermitente como uma estratégia mais poderosa para acelerar os seus resultados de emagrecimento e também para ganho de massa muscular.

jejum-intermitente-para-ganhar-massa-muscular

Veja o que você irá aprender nessa série exclusiva:

  • Lição #1: Jejum Intermitente – A Estratégia de Alimentação Mais Poderosa Para Emagrecer de Maneira Natural.
  • Lição #2: Os Maiores Mitos sobre Alimentação e Jejum Intermitente que podem sabotar seu emagrecimento e saúde.
  • Lição #3: Como Colocar a Estratégia do Jejum Intermitente em Prática mesmo sendo iniciante.

==> CLIQUE AQUI Para Fazer Sua Inscrição Gratuitamente <==

Recomendo imensamente que você veja essa série para se aprofundar ainda mais no assunto, pois tenho certeza que vai lhe ajudar a começar sua jornada rumo a um corpo mais saudável e definido com a prática do jejum intermitente.

Gostou do conteúdo?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com a comunidade suas experiências com o jejum intermitente e seus resultados! 😉

jejum-intermitente-para-emagrecer

Sumário
Data de Revisão
Item Revisado:
Jejum Intermitente
Classificação
51star1star1star1star1star

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Bianca disse:

    o jejum intermitente parece que é a melhor alternativa do momento pra emagrecer, muita gente tem me falado dele e agora lendo aqui que ele reduz as chances de diabetes, que é uma doença que eu tenho tendencia a desenvolver me motiva muito!! obrigada pela excelente explicação!!